Home » Sem categoria » Biomoléculas e Bioenergética

Biomoléculas e Bioenergética

Sobre Luiz Edson Mota de Oliveira

Professor da ESAL/UFLA desde outubro de 1974. Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras (1974), especialização em Métodos Experimentais em Agropecuária pela EMBRAPA (1975), mestrado em Ciências Agrárias (Fisiologia Vegetal) pela Universidade Federal de Viçosa (1979) e doutorado em Biologia Vegetal (Fisiologia Vegetal) pela Universidade Estadual de Campinas (1985). Foi bolsista de Iniciação Científica pelo CNPq (1973/74) e professor de Quimica Orgânica do Curso Alfa Vestibulares e do Colégio Estadual Dr. João Batista Hermeto, em Lavras, MG (1973/74) e pesquisador do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (INCAPER) (1975). Atualmente é professor titular da Universidade Federal de Lavras, responsável por várias disciplinas de pós-graduação (Nutrição e Metabolismo de Plantas, Metodologia de Pesquisa em Fisiologia Vegetal, Laboratório de Bioquímica e Metabolismo de Plantas, Fisiologia Vegetal Avançada) e de disciplinas nos cursos de graduação em Agronomia, Ciências Biológicas, Engenharia Florestal e Zootecnia (Fisiologia Vegetal, Fisiologia da Nutrição e Metabolismo vegetal). É pesquisador do CNPq desde 1988. Também orienta e orientou vários estudantes de iniciação científica, mestrado, doutorado e supervisor de bolsistas pós-doutorado, o que resultou em dezenas de artigos publicados e apresentados em vários eventos científicos locais, nacionais e internacionais. Tem experiência na área de Agronomia e Ciências Biológicas, com ênfase em Fisiologia de Plantas cultivadas e tambem em Fisiologia de Plantas em ecossistemas naturais, desenvolvendo suas atividades de pesquisa principalmente com a Fisiologia da Nutrição e dos Metabolismos da assimilação e transporte de Carbono e Nitrogênio em Seringueira (Hevea brasiliensis Muell Arg) em diferentes condições de cultivo e também com o Comportamento biofísico, nutricional e metabólico de espécies arbóreas, arbustivas e herbáceas em função da disponibilidade de oxigênio no substrato (hipoxia e anoxia) visando a revegetação de áreas marginais de cursos d'àgua (mata ciliar) e de reservatórios hidrelétricos (áreas de depleção). Foi presidente da Sociedade Brasileira de Fisiologia Vegetal - SBFV (1993/95), pró-reitor de pós-graduação da UFLA (2001/2004), responsável pela criação e diretor presidente da editora UFLA (1999/2001), presidente do conselho editorial das Revistas Ciência e Prática e Ciência e Agrotecnologia (1979/1981 e 1999/2001), membro do conselho editorial do periódico Brazilian Journal of Plant Physiology (1999/2005), coordenador do programa de pós-graduação em fisiologia vegetal da UFLA (1988/1996), relator da comissão designada para elaborarem o Estatuto, Regimento geral, Regimentos Específicos de órgãos e unidades da UFLA quando da sua criação. Já participou também de inúmeras comissões, designadas pela SESU/MEC e CAPES/MEC, responsáveis pela avaliação de cursos de graduação e de Mestrado e Doutorado, visando autorização de funcionamento ou reconhecimento. Atualmente além das atividades de ensino e pesquisa já descritas é avaliador institucional do INEP/SESU/MEC (desde 2005), membro da comissão consultiva brasileira da area de agronomia no sistema ARCOSUL, consultor científico de várias revistas científicas e órgãos de fomento a pesquisa (FAPEMIG, FAPESP, CNPq). Endereço para acessar o CV: http://lattes.cnpq.br/0448873873558291
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *